Cruzeiro x Sao Paulo Libertadores

Não teve graça ir ao Morumbi ver o jogo.

Não teve a menor graça entrar no estadio e ver 44 mil são paulinos e saber que todos queriam a sua tristeza.

Não foi nem um pouco legal ver o Kleber ser expulso injustamente aos 2 minutos de jogo.

O jogo acabou depois daí. O que se viu foi um Gilberto tentando avançar e um Thiago Ribeiro completamente perdido, sem ter pra quem tocar.

Não foi legal e espero não ver mais jogos como esse.

Parabéns ao São Paulo.

Cruzeiro X Avai

Avai mandou muito bem no jogo hoje, jogou como podia. E ainda de quebra mandou no primeiro tempo todo. Principalmente depois que o jogador profissional Leonardo Silva agiu como um recém Junior e deu aquele carrinho completamente desnecessário no jogador do Avaí. Até a chuteira do jogador não resistiu. Foi ridículo demais e o Cruzeiro tinha que fazer alguma coisa, pra todos os jogadores aprender a ter mais disciplina e mais calma para jogar.

Calma, foi o que faltou ao Cruzeiro o jogo todo. Calma pra se armar e responder aos contra ataques e mais calma ainda pra faze-los. O Avaí tava forçando impedimentos do Tiago Ribeiro o primeiro tempo inteiro.

Falar neles, os juízes também tem que ficar mais espertos porque os impedimentos estão sendo muito mal marcados. É chato você ver um gol que daria os 3 pontos pro seu time ser anulado por impedimento mal marcado. Não dá!

Até chegar o segundo e o cruzeiro melhorar. Acho que o Adilson Batista deve ter xingado muito. E o time voltou bem melhor. Principalmente depois que o Thiago Ribeiro entrou. De 2 chutes a gol do primeiro tempo para mais de 15 no segundo o Cruzeiro teve boas tentativas. Só que como a natureza marca o Guerron é complicado falar que valeu a pena. Podiam ter feito que nem fez com o Bernardo: Afastar. Jogador quando é ruim é ruim. Não tem jeito. Guerron e Muriqui tão podendo dar as mãos no futebol mineiro.

Outra coisa, já que o Adilson vai poupar o Fábio, eles bem que podiam treinar mais o Rafael. Sub 20 é uma coisa, ser o substituto do Fábio é outra. Tá adiantando muito e sendo agressivo desnecessáriamente….

A única coisa bacana que eu acho são as declarações do Tiago Ribero. Ele tem a manha de falar bem.

Agora é ir bem nos próximos jogos. Porque eu não queria que o Corinthians ganhasse.

Campeonato Brasileiro – 2010

Qual a graça de um time que tem bons jogadores e não sabe jogar.

Não dá pra entender porque um time investe tanto em atacantes, meios de campo, laterais e não se lembra que tão importante quanto fazer gols é não sofre-los.

Tanto cruzeiro quanto atlético têm que investir muito numa boa defesa.

Estrearam bem no campeonato, apesar da bobeira do Atlético em deixar o Vasco fazer um gol e na ajuda do juiz ao dar o pênalti que não existia pro Cruzeiro.

Não dá pra comentar muito sobre o campeonato brasileiro, afinal é apenas a primeira rodada. Mas, assim como o comentarista da Globo disse, “Favorito até agora é só o Santos, mas podemos nos surpreender ao longo do campeonato”.

E tomara que o Fabio não seja convocado para a copa. Apesar de ser bom para o jogador, a moral lá no alto é horrível pensar que vamos ficar na mão do Rafael ou do Andrey… Não acho que sejam maus goleiros, apenas ainda não estão taaao prontos assim para assumir um lugar de tanta responsabilidade, pois se fizerem um erro que o Fabio não faria serão criticados demais.

Cruzeiro na libertadores 2010

A noite não foi do Galo, não obviamente, Santos e Atlético tinham as mesmas chances.

Galo saiu e ano que vem tem mais. E parabéns ao Santos.

Agora a noite definitivamente foi toda dos cruzeirenses. Apesar da Globo não entender que nem todos os brasileiros podem ir pra longe pra acompanhar seu time e sempre beneficiarem os paulistas e matar todos os mineiros de raiva, o jogo foi até legal.

Acredito que os times sul americanos deveriam aprender um tiquinho mais de futebol e menos de briga. Todos os jogos entre Brasil e qlq time da America do sul sai briga. Gostei muito da declaração do Thiago Ribeiro “O time deles ta interessado muito mais em brigar que jogar”. E foi isso que pareceu. Entradas desnecessárias e disputas de bola a força. Não foi um jogo bonito de se ver e ainda bem que nenhum jogador do cruzeiro saiu gravemente machucado. O Fabio não precisava ter tomado um chute e o juiz não deveria ter grudado o cartão amarelo dele no bolso, assim como fez.

Não foi legal, não foi limpo e o Nacional mereceu perder exatamente pela falta de “fair play”.

Parabéns ao Cruzeiro, agora é jogar bem contra o São Paulo.

E por favor Globo, tirem o Rogério Correa da Globo Minas. Ele é atleticano demais pra narrar jogos de Minas.

Santos x Atlético Mineiro – Copa do Brasil

Peixe contra galo. Campeão paulista contra campeão mineiro. Juventude contra experiência. Meninos contra o Vovô.É complicado opinar um pra ganhar e um pra perder. Todo mundo viu, tanto no jogo contra o galo, quanto no jogo contra o Santo André: a defesa do Santos ainda tem muito o que crescer. Não me refiro aos 1,85m do Edu Dracena. E sim a todos os gols que o Santos sofreu pro galo no ultimo jogo. Todos, do lado do Santos, por falha da defesa. E defesa vazia. O Atlético podia fazer o que queria depois que ultrapassava o meio de campo. E quem não faz, leva. Dito e feito. Os seis gols recebidos em 2 jogos não me deixam mentir. Todos muito bem feitos.

Por um lado tem o Atlético, que no ultimo jogo errou tantos chutes a gol que eu já estava achando que ia ficar 0 a 0. Tudo bem que tem Tardelli e Muriqui, tudo bem que o Fabiano sempre deixa sua marca na rede em quase todo jogo, mas é complicado quando se trata de jogar contra a sensação do momento, valendo vaga pra levantar a taça.

Acredito que tecnicamente o galo leva vantagem, Luxa conhece muito bem seu adversário e, apesar de às vezes não parecer, ele sabe muito bem o que está fazendo.

O que tinha dito continua valendo: É jogaço garantido.

Galo campeão Mineiro 2010

Que me desculpem os mais fervoros. Campeonato mineiro não foi do melhor. Foi do menos pior.

Há quem discorde claro, mas uma coisa é certa: Miriqui tentou jogar. Tentou, tentou e não conseguiu. Saiu aplaudido, afinal, ainda tem pinta de goleador. Tardelli até tentou ajudar, mas ao perceber que não ia adiantar nada, tratou logo de deixar o seu, assim como está deixando o seu nome na historia do Galo. Marques entrou. Olê Marques, deu sorte e conseguiu estar no lugar certo na hora exata. Apenas isso. Contou com a ousadia do Ricardinho, que também não está grandes coisas, porem, contrario aos meninos da vila, Ricardinho é escolado, sabe o que está fazendo. Aquele lance era de quem tem experiência.

O time do Galo teve a sorte de ter um técnico rival confuso. O time tinha que fazer 2 gols, na casa do adversário e estava jogando na defensiva. Era tudo ou nada. Não era hora pra pensar em defesa. Era ataque, gols. Os jogadores mais confusos ainda, não sabiam se marcavam ou se atacavam.

Era dia do Galo mesmo. Não tinha nenhum candidato a campeão que se igualasse a ele.

Até o juiz tentou impedir. Faltas e mais faltas não marcadas, dos dois lados, ora o juiz era alvinegro outras alviverde. Não conseguia entrar nos eixos.

Bonita foi a festa da torcida no Mineirão sem cerveja, bendito daquele que inventou essa lei. Apesar de já estar tendo arrastão no centro, era muito bonito ver a torcida apaixonada do Galo. Assim como era muito legal ver a torcida do Ipatinga… O Mineirao fica muito bonito quando tem torcidas. Seja ela de quem for. Legal foi ver o Cruzeiro sentindo na pele que não dá pra jogar do salto alto. Não dá, os times do interior ainda são ruins, muito ruins até, porem surpreendem.

Humildade no futebol sempre!

E que venha quarta feira, jogaço garantido. Os meninos da vila contra os vovôs da Cidade.